Margaridas

As Margaridas são flores populares devido ao fato de ter fácil cultivo e ser bonita, servindo para enfeitar os jardins e também serem usadas nas decorações internas e de festas. Esta planta é conhecida por vários nomes como, por exemplo, margarida do campo, bem me quer, monima. Mas cientificamente é chamada de Chrysanthemum Leucanthemum.

Em uma visão mais mística a margarida recebe o significado de ‘’olho de dia’’, devido ao seu botão central amarelo. Esta planta normalmente se adapta a todos os climas e adversidades, mas requer cuidados especiais para se desenvolver adequadamente.

Esta flor atinge um tamanho médio de um metro e vinte centímetros. Além disso, a planta é bastante resistentes, independente da sua aparência frágil. Geralmente, as margaridas se encontram nas cores tradicionais, amarela e branca, atualmente pode passar por cruzamentos e adquirir outras tonalidades.

Quando as Margaridas florescem

margaridasAs margaridas são as flores mais indicadas para quem deseja manter o jardim bonito durante o ano inteiro, isto porque, elas florescem durante os doze meses, bastando cuidá-las corretamente para promover o crescimento saudável.

Como cuidar das Margaridas

As margaridas possuem uma aparência delicada devido às suas pétalas medianas e finas. Mas elas são mais resistentes do que se pensa. Em primeiro lugar, é indicado plantar diretamente na terra, dessa maneira elas podem absorver direto do solo os nutrientes para a sua sobrevivência.

Se as flores forem colocadas no vaso, o ideal é que o recipiente possua pelo menos quinze centímetros de profundidade. Dando espaço para que as raízes possam se expandir de maneira apropriada. Neste caso, a terra deve ser trocada a cada três meses, promovendo a renovação dos nutrientes.

As plantas devem receber sol diariamente pelo menos seis horas consecutivas. As flores precisam ser regadas de três a quatro vezes na semana, mas é preciso tomar cuidado para não deixá-las encharcadas, basta umedecer a terra.

Cuidados com as Margaridas

As margaridas não exigem muitos cuidados e não oferecem nenhum perigo à saúde das pessoas. É importante ressaltar que não se deve apertar as petaladas da flor, pois isto pode machucá-las e prejudicar o seu desenvolvimento.

Sem comentário, seja o primeiro a comentar!

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *