Rosas

As flores Rosas estão entre as flores mais tradicionais, tanto para enfeitar quanto para presentear. E não é para menos, pois elas podem ser encontradas em uma grande diversidade de cores, são lindas e perfumadas.

A rosa atende pelo nome científico de grandiflor. Não se sabe ao certo o seu país de origem, apenas que muitas simbologias a cercam, envolvendo mitos dos deuses gregos e até mesmo o cristianismo.

O fato é que elas são capazes de se adaptar às diversas regiões. Desde as mais úmidas até as mais áridas, bastando somente tomar os cuidados necessários para que elas se desenvolvam adequadamente.

Originalmente as flores rosas podem ser encontradas em cores simples como, por exemplo, vermelho, branco e rosa, mas atualmente com a possibilidade de fazer cruzamentos genéticos pode-se obter flores rosas ainda mais coloridas.

Quando as flores rosas florescem

flores rosasAs flores rosas se desenvolvem com mais dificuldades nas épocas de calor, sendo assim, é indicado plantá-las no outono até a primeira metade da primavera. Nesta fase, elas encontram uma temperatura mais agradável para crescer adequadamente.

Fazendo o plantio neste período, a tendência e que os primeiros botões comecem a florescer entre os meses de novembro e dezembro.

Como cuidar das flores rosas

Apesar de conseguirem se adaptar com facilidade, elas são bastante frágeis, portanto, os cuidados com elas devem ser freqüentes. O ideal é que elas sejam plantadas direto na terra, para assim absorver os nutrientes necessários para crescer.

Se a rosa flor plantada no vaso, o recipiente deve ter mais de 20 centímetros de profundidade. Uma vez que ela pode atingir até 1 metro e 30 centímetros.

As flores rosas devem tomar sol pelo menos 6 horas todos os dias. Regue-as bem nos dias secos, até deixar a terra úmida. Deve regar de 3 a 4 vezes na semana. A cada dois meses adicione fertilizantes específicos na terra.

Cuidados com as flores rosas

Com relação aos cuidados com a flor, a única ressalva que se faz é em relação aos seus espinhos, evitando espetar os dedos. A planta não possui nenhum componente que faça mal à saúde.

Sem comentário, seja o primeiro a comentar!

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *