Beijos de Frade

A flor Beijos de Frade é conhecida pela sua aparência delicada e frágil. Sendo excelente para decorar jardins.

A planta tem o nome científico de Impatiens Balsamina, mas também pode ser chamada popularmente de Balsamina, Bálsamo-de-jardim, Papagaios, Maravilha, Maria-sem-vergonha, Não-me-toques, Suspiros e Melindres.beijos de frade violeta

A Beijos de Frade pertence à família Balsaminaceae. Tendo um caule ramificado e folhas lanceoladas. Esta flor tem a sua origem na Ásia, se adaptando com maior facilidade às regiões que possuem clima Continental, Mediterrâneo, Equatorial, Subtropical, Tropical e Oceânico. Se a planta for cultivado do modo correto pode atingir de 40 a 60 centímetros de altura.

Quando as flores Beijos de Frade florescem

As flores Beijos de Frade possuem um ciclo anual, ou seja, elas florescem uma vez por ano. Mais especificamente durante a primavera. Sendo assim, para que a floração ocorra na época certa é indicado fazer o plantio no início do outono, assim a planta fica livre do calor excessivo do verão.

Como cultivar as flores Beijos de Frade

As flores Beijos de Frade possuem sementes marrons, em formato de cápsulas, que podem ser plantadas diretamente no solo, em cestas de jardim ou até mesmo em vasos com pelo menos, 15 centímetros de profundidade, uma vez que é necessário ter espaço para que elas cresçam.

A planta deve ser colocada em um local em que haja luminosidade plena, mas que o calor não seja excessivo. Além disso, o solo tem que ser bem drenável, ou seja, absorver a água, evitando que ela apodreça a raiz.beijos de frade 3

Com relação à irrigação, a flor tem que ser molhada 2 vezes por semana. Mas com cautela para não encharcar a terra. Também é recomendado revirar o solo e adicionar insumos naturais para renovar os seus nutrientes.

Dica

As flores Beijos de Frade não são apenas decorativas, elas também desempenho um papel medicinal. Pois as suas flores, folhas e caule possuem catártico, diurético, emético, que podem ser usados para curar infecções na pele, queimaduras, disfagia e dores articulares.

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *