Bálsamos

Os Bálsamos são flores com folhas graúdas e de aparência rústica, sendo ideal para decorar jardins externos. A planta tem o nome científico de Sedum Dendroideum. Podendo ser conhecida popularmente como Bálsamo-Branco, pertencendo à família Crassulaceae, o que lhe faz possuir ramificações e ter uma textura herbácea e ser bulbosa.

A flor Bálsamo tem a sua origem no continente norte-americano, mais especificamente no México, se desenvolvendo com maior facilidade em regiões de clima Oceânico, Equatorial, Tropical, Subtropical e Semi-árido. Se for cultivada adequadamente, a planta pode atingir de 30 a 90 centímetros de altura.bálsamos

Quando aos Bálsamos florescem

Os Bálsamos são classificados como fores de ciclo perene, ou seja, que florescem durante todas as estações do ano. Porém, a floração costuma ser mais bonita nos meses em que o calor é mais intenso como, por exemplo, desde o início da primavera em setembro até o final do verão em março.

Como cultivar os Bálsamos

Pelo fato de os Bálsamos possuírem uma aparência mais rústica, eles são mais resistentes e fáceis de cultivar. Em primeiro lugar, é necessário escolher o local em que a planta será fixada. Podendo ser fixada em floreiras com no mínimo 15 centímetros de profundidade ou diretamente no jardim.balsamos como cuidar

O colocar escolhido para plantar o Bálsamo deve receber a incidência dos raios solares durante a maior parte do dia. Visto que ele necessita de calor e luminosidade plena para se desenvolver.

Se desejar, pode-se colocar filetes de madeira para que a planta se ramifique para cima. As regas tem que ser feitas, pelo menos, 2 vezes por semana durante a primavera e verão e somente uma vez ao mesmo no outono e inverno. Por fim, também é recomendado enriquecer o solo com matéria orgânica para renovar os seus nutrientes.

Dica

Além de serem ótimos para decorar o jardim, os Bálsamos também possuem propriedades medicinais. Pois as suas folhas funcionam como anti-inflamatório, emoliente e cicatrizante para tratar ferimentos, inflamações na pele, queimaduras, ulceras e contusões.

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *