Babianas

As Babianas são plantas com uma aparência delicada. Ideal para decorar jardins ou mesmo ambientes internos, devido à sua tonalidade lilás que confere elegância e perfume suave. A planta tem o nome científico de Babiana Stricta, sendo conhecido popularmente como Flor-de-veludo. A flor pertence à família Iridácea, tendo características bulbosas com petaladas medianas.

As plantas têm origem no continente africano, mais especificamente na África do Sul, sendo típicas do clima tropical, subtropical e temperado, necessitando de sol pleno para se desenvolver adequadamente. A flor pode alcançar de 20 cm a 50 cm de altura, precisando de um espaço pequeno para crescer.babianas

Quando as Babianas florescem

As Babianas florescem durante a primavera, sendo ideais para quem deseja enfeitar o jardim nesta época. As flores devem ser plantadas no final do verão ou início do outono. Tendo tempo suficiente para se desenvolver e desabrochar.

O plantio das Babianas deve ser feito em períodos em que o sol seja constante, uma vez que elas necessitam dos nutrientes emitidos através dos raios solares para crescer adequadamente.

Cuidados com o cultivo das Babianas

Apesar de apresentar uma aparência delicada e frágil, as Babianas não requerem cuidados excessivos, pois são bastante resistentes. Primeiramente, deve-se escolher o local onde a flor será plantada, podendo ser em um vaso de aproximadamente 15 cm ou diretamente na terra.

Além disso, o local escolhido para plantar a Babiana deve ter sol constante, pois elas necessitam de sol pleno para se desenvolver. O solo deve ser constantemente enriquecido com composto orgânico, aumentando a quantidade de nutrientes.flores babianas

As regas devem ser freqüentes, aproximadamente três vezes por semana, deixando a terra encharcada. Porém, quando as folhas começarem a apresentar uma aparência amarelada é sinal de que estão crescendo. Sendo necessário deixar de regar por aproximadamente dez dias.

Cuidados com a Babiana

As Babianas não necessitam de cuidados específicos, pois não oferecem nenhum risco à saúde das pessoas ou animais. A única ressalva é fazer intervalo entre as regas, dessa maneira o solo terá tempo o suficiente para absorver a água.

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *