Afelandras

As Afelandras são flores com uma aparência delicada, mas são bastante resistentes. Podendo ser utilizadas na decoração do jardim ou mesmo de ambientes internos. A planta tem o nome científico de Aphelandra squarrosa. Sendo conhecida popularmente como Afelandra-zebra, Speiga-dourada ou Planta-zebra. A flor é da América do Sul, mais especificamente do Brasil.

A planta pertence à família das Acantáceas, que se caracterizam por possuírem formas de arbustos ou flores perenes. Esta flor necessita de meia sombra para se desenvolver adequadamente. Se for bem cuidada a Afelandra pode atingir de 9 a 12 metros de altura, necessitando de um espaço amplo para crescer.

Normalmente, as Afelandras podem ser encontradas na cor amarela, mas podem atingir outras tonalidades, dependendo da manipulação feita entre espécies diferentes. As folhagens são grandes e possuem cor verde-escura com nervuras marcadas.afelandras

Quando as Afelandras florescem

As Afelandras florescem na primavera e no verão, portanto, elas devem ser plantadas no outono ou início do inverno. As flores resistem bem ao frio e se desenvolvem melhor nestas estações que o sol não é intenso.

Cuidados para o cultivo das Afelandras

Em primeiro lugar, é necessário saber aonde plantar, pois como elas atingem um tamanho alto, deve-se as fixar diretamente na terra ou em um vaso com mais de 30 cm de profundidade.

Além disso, o local escolhido para plantar a flor não deve receber sol intenso, pois ela necessita meia sombra, do contrário o seu crescimento pode ser prejudicado. A cada três meses a terra deve ser substituída ou mexida para renovar os nutrientes.

afelandras

As plantas devem ser regadas irregularmente, pelo menos duas vezes por semana, mas não em dias consecutivos.

Cuidados com Afelandras

As Afelandras não oferecem nenhum perigo para a saúde dos seres humanos e animais, dispensando cuidados especiais. Por fim, é recomendado usar compostos orgânicos na terra para estimular o crescimento da planta.

2 Comentários
  1. ANA KIMBERLY
    | Responder
  2. ANA KIMBERLY
    | Responder

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *